Aumento de impostos só depois de cobrar quem não paga, ok?

Qualquer discussão séria sobre aumento do Imposto de Renda para os ‘mais ricos’ só sera uma discussão séria de verdade se o interessado no debate começar definindo o que é ser rico para ele.

Se o ponto-de-partida da conversa considerar rico quem é da classe média ou média alta, há uma grande chance de que voce esteja sendo feito de otário, de que falte vergonha na cara do seu debatedor ou que a desfaçatez do interlocutor esconda as duas hipóteses ao mesmo tempo.

IR por faixa de rendaRecente estudo do IPEA com base nas declarações do Imposto de Renda de Pessoas Físicas mostra que quem mais paga IR no Brasil é o cidadão com renda entre 20 e 40 salários mínimo. Com rendimentos anuais médios entre R$ 162,7 mil e R$ 325,4 mil, esta faixa da sociedade paga de IR em média 11,96% da sua renda anual.

E os como se comportam os ricos de verdade, aqueles no topo da pirâmide?

Os felizardos com renda mensal superior a 160 salários mínimos (R$ 126,08 mil MENSAIS) deixaram nos cofres da Receita Federal do Brasil em média apenas 6,51% da sua renda total graças a uma indecente politica tributária que isenta de impostos lucros, dividendos e juros sobre capital próprio.

Traduzindo: Não são poucos os empresários que optam por fazer retiradas a titulo de lucros a receber um salario mensal da sua propria empresa com o intuito de receber seu dinheirinho sem a mordida do leão, tungada esta que eu, voce e toda a torcida do flamengo nao isenta é obrigada a suportar.

A tabela anexa mostra o peculiar desenho da incidencia do IR brasileiro nas diversas faixas de renda: Para o Estado brasileiro, um Luciano Huck da vida tem praticamente o mesmo tratamento que a minha funcionária cadastrada no Bolsa-Familia.

Retomando a pergunta inicial: quem tem mesmo que pagar mais IR?

Compartilhe nossa pagina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *