Res…res….responsa.. o que? Fiscal? LRF? Onde?

 

13322144_584614435040230_155506039547825173_n95% dos servidores federais são antipetistas e algumas categorias até puseram seu cérebro a serviço do golpe.

Nos últimos 24 meses uma parte da elite do funcionalismo federal fez questão de cascavilhar cada cm do orçamento público, cada ato legal, cada empenho emitido com a messiânica missão de provar que Dilma Rousseff e o PT são uma ameaça ao sagrado equilibrio das finanças públicas.

Cumprida a tarefa, natural que Michel Temer comece a pagar as fatura dos diversos atores que lhe ajudaram a chegar ao Palácio do Planalto e o reajuste concedido ao funcionários públicos ontem não passa disso: de um acerto de contas entre setores da sociedade que uniram esforços em prol de um objetivo comum.

O que não é nada natural é perceber que estes mesmos servidores, sempre tão comprometidos com as metas fiscais e invariavelmente criticos a tendência comunista de explosão do orçamento, não estão vociferando de ódio contra  um aumento salarial perturbador para o equilíbrio das contas públicas.

Será que alguma dessas categorias terá a ombridade de recusar o reajuste em nome da coerência?

Demagogia pouca, meu pirão primeiro.

Compartilhe nossa pagina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *