Farinha pouco, meu pirão primeiro.

desigualdadeQuem vale mais: um aposentado ou um promotor? Uma pensionista ou um juiz?

E como fica a solidez da avaliação atuarial de uma unidade gestora da previdência, cuja liquidez e solvência foram para o espaço graças a um indecente ataque às suas reservas financeiras, arduamente capitalizadas ao longo de anos, décadas?

Essa decisão judicial é o tipo de ato tresloucado com ares de legalidade que na verdade destrói em segundos o que significou meses de disciplina financeira, anos de blindagem institucional tentando impedir o uso politico das aplicações e que certamente levará decadas para voltar ao status antes da rapinagem juridica.

Que no futuro muitos se lembrem desse momento como exemplo e aviso: nem sempre e nem exclusivamente repousa na gestão do Executivo os atos que solapam pouco a pouco o equilibrio financeiro e atuarial de um regime previdenciário.

Lamentável

http://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/judiciario-arresta-contas-do-rioprevidencia-para-completar-pagamento-de-ativos-magistrado-inativos-do-tj-rj-20399489.html?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=compartilhar

Judiciário arresta contas do Rioprevidência para completar pagamento de ativos e magistrado inativos do TJ-RJ

Nelson Lima Neto
Tamanho do textoA A A

Nesta terça-feira, o Judiciário estadual completou o arresto dos R$ 146,5 milhões necessários para o pagamento de serventuários e magistrados ativos do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ). Após reter valores que pertenciam a autarquias, como o Detran-RJ, a Justiça ordenou a retirada de recursos das contas do Rioprevidência. Foi por meio dessa ordem que todo o montante necessário foi alcançado.

A previsão é que os salários estejam nas contas nesta quinta-feira. Além do pagamento aos ativos, magistrados inativos do TJ-RJ foram beneficiados por uma ação da Associação dos Magistrado do Estado (Amaerj). Por meio dela, foram arrestados R$ 16,5 milhões para a quitação dessa parte da folha.

Os ex-magistrados também deverão receber nesta quinta-feira. Já os serventuários aposentados e os pensionistas dependerão de novos arrestos. Eles aguardam seus proventos, sem previsão.

Compartilhe nossa pagina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *