Galvão vai narrar a Copa do Mundo das Fraudes?

globo_cbf_fifaPorque a Globo sempre tem enfatizado em todos os telejornais que ‘até o momento, as EMPRESAS DE MÍDIA’ não são acusadas de terem participado do esquema”?

Nenhuma empresa – seja ela emissora de tevê seja ela uma agência de publicidade – em um pais minimamente decente pode alegar que não participa de um esquema de corrupção se tem os execráveis ‘bônus de volume’ como fonte de financiamento de suas operações ou estratégias comerciais.

Nenhuma.

O bônus de volume – forma legal de dar destino diverso a uma verba de propaganda sem o consentimento do dono da grana – é uma das formas mais repugnantes de desvio de dinheiro público, de conluio entre agentes do mercado e, agora sabe-se mais um pouco, uma maneira de se pagar propina para ganhar contratos milionários.

E a Globo tem tudo a ver com isso.

As empresas de midia tem sim, tudo a ver com a corrupção que assola o mundo do futebol.

Pena que o Brasil não seja lá um pais muito vocacionado para o combate ao crime.

Pena.

Mas ainda bem que nossa elite midiática ganha dinheiro aqui pra gastar lá fora, e o ‘lá fora’ ta virando um lugar um tanto quanto inóspito pra quem só se garante com processos penais escritos em português.

Da ESPN

Copa do Mundo do Brasil será investigada; acusados podem pegar 20 anos de cadeia

Após a operação surpresa que terminou com a prisão de José Maria Marin, ex-presidente da CBF, e outros executivos da Fifa na Suíça, a Justiça dos Estados Unidos garantiu que a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, será investigada a fundo, e que os acusados de corrupção podem ser presos por até 20 anos.

“O processo de candidatura do Brasil para a Copa do Mundo de 2014 já está sendo investigado. No entanto, não posso dar mais detalhes sobre isso no momento”, revelou Kelly T. Currie, promotor federal de Nova York, nesta quarta-feira.

“As penas para os acusados podem chegar a até 20 anos de cadeia, mas depende de cada um dos acusados. Vamos ver cada investigação caso a caso para ver a possível pena para cada indivíduo”, completou Loretta Lynch, secretária de Justiça dos EUA.

Segundo Currie, diversos países estão colaborando com a investigação, que tem como objetivo “limpar de vez o futebol mundial”.

O advogado disse que as informações já estão sendo passadas para o Brasil, onde muitos casos devem se desenrolar nos próximos meses.

“Já enviamos diversas inforamações para as autoridades brasileiras, que agora devem proceder da maneira que lhes parecer adequada”, afirmou Currie.

Segundo o promotor, os Estados Unidos conduziram as investigações porque diversos processos de distribuição de propinas aconteceram em solo americano, além de envolverem entidades sediadas no país, como a Concacaf, que fica em Miami.

O FBI, que esteve presente na prisão dos acusados em Zurique, também se pronunciou sobre o caso, e assegurou que está trabalhando para desmembrar os esquemas de corrupção que assolam o futebol mundial.

“Uma das lições desse caso é a mensagem: este tipo de esquema não passará despercebido, será sempre notado. Muitas pessoas se envolvem nesse tipo de prática pensando que vão se dar bem, mas não será assim. Estamos atrás de desmembrar os esquemas e não iremos descansar até o momento que o mundo entenda que esses esquemas não serão tolerados e serão castigados com todo o rigor da lei”, bradou James Comey, diretor do FBI.

De acordo com Loretta Lynch, todos os acusados devem apresentar suas defesas para que as investigações tenham sequência.

“Não vamos comentar nomes dos envolvidos e nem de quem terá que depor nesses casos. Todas as pessoas têm direito à defesa no momento apropriado. No momento ideal, serão divulgados os dados dos inquéritos, mas, no momento, não vou comentar mais sobre o assunto”, explicou a secretária.

622 f8069968 8ae7 3d55 878a 76a674eae64a
Autoridades dizem que candidatura do Brasil à Copa-2014 será investigada
Compartilhe nossa pagina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *