Kim Jong-il, Lenin, Chávez… PE corre o risco de virar uma Coréia do Norte com Eduardolatria.

tributo a EduardoEra so o que faltava: uma turma que se acha no direito de reduzir a importância de uma eleição a um encontro de louvor ao seu líder maior.

Se a familia Campos e a Turma da Dudulândia querem brincar de Meu Reino Minha Vida, que levante um memorial, que criem um instituto, que lancem um livro, mas tentar semear em Pernambuco uma eduardolatria póstuma beira uma esquizofrenia cívica que eu pensava so existir na Coreia do Norte do lider supremo Kim Jong-il.

Morto se homenageia com coroa de flores, não com o constrangimento imoral do eleitor atraves de um cabestro passional deplorável.

Compartilhe nossa pagina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *