Opera Mundi – Para diminuir burocracia, Estônia investe em tecnologia da informação e serviços públicos pela internet

O que torna a Estônia incomum em relação aos países que tentam implementar tecnologias similares ao ID-card é o grau de confiança e penetração desse serviço nos setores público e privado. Para se ter ideia, no ano passado, 99,6% das operações bancárias foram realizadas com serviços de e-banking e 95% das pessoas declararam imposto de renda on-line. No Brasil, essa modalidade de declaração, sem papel, é recente, enquanto na Estônia funciona há 14 anos, com prazo de até cinco dias para a eventual restituição do imposto cobrado a mais.

viaOpera Mundi – Para diminuir burocracia, Estônia investe em tecnologia da informação e serviços públicos pela internet.

Compartilhe nossa pagina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *