Temer vai para o tudo-ou-nada no jogo do TSE

Temer costuma dizer que é um presidente legitimado por ter recebido os mesmos votos de Dilma.

No entanto, ao passo em que se ve sócio da aprovação das urnas por tudo aquilo que foi realizado no primeiro mandato de Dilma – em 2014 Temer viajou pelo pais na defesa do legado petista e divulgação daquele projeto de governo como o melhor para a população – o presidente tenta se equilibrar no contorcionismo oratório para convencer o cidadão de que nunca teve nada a ver com os resultados economicos das mesmas medidas que tanto defendeu em campanha e que hoje renega.fux-tse-temer

Se é herdeiro dos votos, da eleição, da diplomação e do governo (interrompido) de uma presidente institucionalmente investida no cargo, qualquer interpretação logica, sistemática e teleológica da legislação eleitoral traz como resultado pratico a cassação da chapa Dilma-Temer, sem tirar nem por.

Sócios no sucesso, parceiros no fracasso da empreitada.

Porem, voltando a reforçar as cores de uma atenuada pecha de traidor, Temer tenta manipular a interpretação das normas eleitoras (e dos juizes enquanto interpretes destas) para conseguir decisões que lhe interessam e lhe beneficiam pessoalmente.

http://www.valor.com.br/politica/4748251/para-luiz-fux-e-possivel-separar-contas-de-dilma-e-temer-no-tse?utm_source=newsletter_tarde&utm_term=www.valor.com.br/politica/4748251/para+luiz+fux+e+possivel+separar+contas+de+dilma+e+temer+no+tse&utm_medium=18102016&utm_campaign=informativo&noticia2#

 
Compartilhe nossa pagina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *